5.10.15

Crônica: Os Pés da Bailarina


Ás vezes dizem que as bailarinas são loucas. Vejo muita gente dizendo que acha ballet lindo, mas que nunca vai fazer por causa dos pés. Nós achamos que essas pessoas são as loucas. Cada marca é uma história, cada calo, hematoma, cada curativo, cada meia ponta-ponta-meia ponta-desce valeu a pena, o que muitos dizem ser feio, para nós é a coisa mais linda do mundo. São as marcas de todas as tentativas, de todos os erros e acertos, da nossa evolução na dança, de objetivos e metas alcançados. É o que nos impulsiona a tentar coisas novas, a nos esforçarmos cada dia mais, a tentar cada passo até acertar. Nossos pés feios e machucados que nos impedem de usar sandálias nos proporcionam muito mais do que um simples par de sapatos aberto. A beleza de nossos movimentos quase perfeitos compensam o aperto, a pressão e as dores da dança, que não são poucas. Mas cada dor representa nosso progresso, e cada uma delas vai continuar sendo aceita de bom grado, por que a dor nos move a tentar cada vez mais, até que os movimentos fiquem perfeitos e não doam mais.

Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hey! Obrigado por comentar. Aqui estão as regras:
1. Respeite os outros comentarios
2. Deixe seu blog nos comentarios, quero ver seus posts
3. Estamos abertos a parcerias
4. Sugestões são sempre bem vindas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Traficando Brigadeiros - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Aline Silva Lessa.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo